quinta-feira, dezembro 30, 2004

É hora de dar tchau!

2004 tá acabando. Tchau, 2004. Vai pro quinto dos infernos. E vê se não volta, hein?!

::Feliz Ano Novo, cambada. E sem essa de dar e/ou vender saúde, pq depois a gente precisa e aí fudeu.::

Da série Cenas Ridículas do Cotidiano

Hoje eu vi uma anã apostando no jogo-do-bicho.

::Eu sei que teoricamente não era pra ser uma cena ridícula, mas eu tenho uma tendência meio psicopata a achar qualquer coisa envolvendo anões extremamente engraçada. Inclusive uma das minhas piadas preferidas é aquela do futebol entre anões. (Quem não conhece avisa que eu conto.)::

terça-feira, dezembro 28, 2004

Apocalypse now

Talvez o amor à espécie seja o único amor verdadeiramente básico no ser humano (e na natureza de uma forma geral). Todos os outros tipos de amor, seja conjugal, seja à família, aos amigos, etc nos são "ensinados" ao longo de nossa existência. Se amamos nossos pais e as pessoas ao nosso redor, é porque nossa convivência e relacionamento nos levou à esse tipo de sentimento.
Já o amor à espécie é diferente. Esse é inerente ao ser humano. Quando todos os outros tipos de amor se vão e não sobra mais nada, o amor à espécie permanece. Se nos fosse dado sobreviver a uma hecatombe nuclear e todos os nossos entes queridos se forem (bate na madeira aí!), ainda assim seríamos solidários com os nossos semelhantes, mesmo que - ironia do trocadilho - esses semelhantes nos sejam completos desconhecidos.
"Tá, e daí?", vocês devem estar se perguntando. E daí que eu cheguei à conclusão que o amor à espécie é justamente o que me impede de fazer piada com a maior tragédia que eu já tive notícia desde que eu nasci. Como é de praxe do brasileiro, a piada de humor negro já tava na ponta da língua ("isso aí é tudo onda!"), mas eu resolvi falar sério. Apesar da cobertura do atentado às torres gêmeas ter sido infinitamente maior por parte da mídia (ainda que os EUA tenham feito por onde, mas isso é uma outra estória), o número de mortos - que é o que realmente importa - chega a ser quase vinte vezes maior.
Eu sei que esse post ficou meio soturno, mas a idéia era falar sério mesmo. Vcs aí façam o favor de fazer um minuto de silêncio depois de ler...

domingo, dezembro 26, 2004

Ressacagástrofe

O Sérgio definiu o Natal de forma perfeita.

:: Gostaram do meu super-trocadilho quádruplo aí no título? ::

quinta-feira, dezembro 23, 2004

Ops...mais uma!

Eu já ia parar de postar qdo resolvi dar um pulinho nos Malvados...O cara tá saindo de férias e só volta dia 6, mas dá só uma sacada na mensagem de despedida ele deixou por lá, rsrsrs...

Papai Noel no Stress...

Pra fechar a "série" de posts natalinos, O Barroso em mais um furo de reportagem conseguiu acesso a algumas correspondências do falecido Albano Reis. Observem que o stress, o tão falado "mal-do-século", não tem poupado nem o bom velhinho...

Kerido Papai Noéu:
Eu keria ganhá um joginho espasiau de prezente de natau...
Tenhu cido um baum mininu neste ano.
Ti adoro,
Marco.

Querido Marco:
Sua ortografia é excelente!!!
Parece um índio escrevendo...
Definitivamente terá uma brilhante carreira na vida...
Como auxiliar de pedreiro!!!
Tem certeza que você não prefere um livro de português?
Quanto ao joguinho espacial, darei ao seu irmão, pelo menos
ele sabe
escrever!!!
Um abraço,
Papai Noel

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Querido Papai Noel:
Não sei se voce pode, mas gostaría de ver meus pais juntos
outra vez
este ano.
Com amor Julia

Querida Julia:
E o que você quer garota?
Que eu arruine a relação de seu pai com a sua secretária?
Deixe ele se divertir com uns seios de verdade!!!
Melhor te dar uma Barbie...
Papai Noel

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Querido Papai Noel
Tenho sido uma boa menina este ano.
A única coisa que peço é paz e amor para o mundo...
Com amor, Sara

Querida Sara:
Você anda fumando maconha?
Papai Noel

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Querido Papai Noel:
Poxa, fazem 3 anos que venho pedindo um caminhãozinho de
bombeiro e nada...
Por favor vê se desta vez você me traz um!!!
Obrigado, Luis

Querido Luis:
Seus pedidos já me encheram o saco!!! Outra coisa ... não é
"fazem 3 anos"... cacete, não aprendeu ainda?
Use sempre "faz 1 ano"; "faz 3 anos"; "faz 2.000 anos".
O verbo fazer no sentido de tempo não vai no plural ... ah
deixa prá lá ...
Mas enfim, desculpe-me por favor.
Quando você estiver dormindo, incendiarei a sua casa. Assim
terá todos os caminhões de bombeiros que sempre desejou!!!
Papai Noel


-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Querido Papai Noel:
Quero uma bike, um nintendo, um computador, Uma caixa de
lego, um cachorrinho, um ponei e uma guitarra.
Com carinho,
Tibúrcio

Querido "T I B Ú R C I O":
Mais alguma coisa???
Quem foi o infeliz que te deu esse nome?
Huahuahuahuahua!!!
Na verdade você não quer porra nenhuma não é mesmo?
Porém tenho uma sugestão...
Por que você não pede um nome novo?
Papai Noel

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Querido Papai Noel:
Deixei embaixo da árvore de natal umas empanadas para você e cenouras para as renas.
Um beijinho,
Susane

Querida Susane:
Empanadas me dão diarréia, e cenouras fazem minhas renas
peidarem em minha cara...
Quer me agradar sua puxa-saco?
Ao invés de porcarias, ponha uma garrafa de Chivas, uns Toblerones e convença a sua mãe a se pôr com aquela lingerie transparente que ela usa com o carpinteiro.
Um beijão,
Papai Noel

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Querido Papai Noel:
Como diz aquela canção: "Venha velhinho, de noitinha, quando
durmo meu soninho..."
Espero você Noelzinho!!!
Te adoro,
Jéssica

Querida Jéssica:
Como você é ingênua!!!
Bom saber, pois este ano vou assaltar a sua casa!!!
Papai Noel


-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Querido Papai Noel
Por favor!!! Por favor!!! Por favor!!! Por favor!!!
Dá um cachorrinho pra mim!! !!
Por favor!!! Por favor!!! Por favor!!! Por favor!!!
Com imploração,
Juninho

Querido Juninho!!!
Esse tipo de imploração funciona melhor com os seus pais, já
que você é adotado (ops falei!!! agora já era) e eles te toleram
demais...
Já comigo não funciona...
Comigo o buraco é mais embaixo...
Pare de ser mala!!!
Vou te dar mais outro pijama!!!
Papai Noel (Ho ho ho)


::Com essa eu saio de cena pro Natal. See ya soon!::

Receita de Peru com Whisky

:: Tá, eu sei que vcs vão dizer que eu sou vegetariano, mas foda-se, isso é só uma piada mesmo...::

Colaboração do Barroso para o seu Natal. Enjoy!

Ingredientes:
* 01 Garrafa de Whisky (do bom, é claro!).
* 01 Peru de aproximadamente 5 Kg.
* Sal, Pimenta e cheiro verde a gosto.
* 350 ml de azeite extra virgem.
* 500 g de bacon em fatias.
* Nozes moídas.


Modo de Preparar:


* Envolver o peru no bacon e temperá-lo com sal, pimenta, cheiro verde a gosto.
* Massageá-lo com azeite. Pré-aquecer o forno por aproximadamente 10 minutos.
* Servir-se de uma boa dose (caprichada) de Whisky enquanto aguarda.
* Colocar o peru em uma assadeira grande.
* Servir-se de mais duas doses de Whisky.
* Azustar o terbostato na marca 3 e zebois de unzzz zinte binutos, botar para queimar... digu, assar a ave.
* Derrubar uma dose de Whisky zepois de beia hora, formar a abertura e controlar a asssadura do pato.
* Tentar zentar na gadeira, servir-se de uooooootra dose zarada de Whisky.
* Cozer, costurar, cozinhar, sei lá, foda-se o beru.
* Deixááá o filho da puta no vorno por umas 4 horas.
* Tentar retirar a merda do beru.
* Mandar mais uma boa dose de Whisky prá dentro... de vozê, é claaaro.
* Tentar novamente tirar o sacana do beru do vorno, porque na primeira deenndadiiiva dããão deeeeeeeúúúú.
* Begar o beru que gaiu no jão, enxugar o filho da puta com o bano de jão e cologá-lo numa pandeja ou qualquer outra borra, bois, avinal, vc nem gossssssssta buito dessa bosta besbo.

Bronto!

P.S. - Num vumita no vrango, caraio!

Propaganda ridícula? Enche a cara que passa!

Safari selvagem na África? Toma uma Buena!

Alguém pode me dizer quem foi o publicitário imbecil que bolou essa propaganda? Além de copiar descaradamente a Antartica (que se auto-proclama "A BOA"), o cara leva o clichê "Está-se-fudendo?Toma-a-minha-cerveja-que-passa!" ao limite entre o ridículo e o abominável. Se eu for seguir essa lógica, qualquer criatura pode montar uma propaganda de cerveja. Quer ver? Escolha um elemento de de cada item:

1)Mulher gostosa. Pode ser a Luize Altenhofen, a Ellen Roche,a Juliana Paes, a Lívia Lemos ou qualquer outra que se encaixe no perfil.

2)"No Alasca sem casaco?Beba..." ou "Batom na cueca? Beba..." ou "Proctologista com dedo quilométrico?Beba..."

3)"...Antarctica." ou "...Skol." ou "...Brahma." ou qualquer outra.

E o pior é que essa ameba sem cérebro deve ganhar (pelo menos) o triplo do meu salário...

O pior

O pior não é vc estar na mesma empresa há 8 anos, desde os tempos de estagiário, e até hoje ser considerado "estagiário" (em termos de $$$). O pior é quando, ALÉM DISSO, vc vai almoçar e se depara com a seguinte pichação, ali na esquina da Rua da Alfândega com a Rua da Quitanda:

SORRIA!!! VOCÊ ESTÁ TRABALHANDO
PARA OS OUTROS!

Momento Google

Eu juro que eu não tenho nada a ver com isso!

terça-feira, dezembro 21, 2004

A morsa

Eu me lembro que foi no meu aniversário de 7 anos quando eu ganhei o Magical Mystery Tour de presente (junto com o Let it Be). Era um álbum com um encarte de vintes e poucas páginas e um som dos mais fascinantes do Rock and Roll. Muito embora os queridinhos de Liverpool sejam até hj adorados pela fase iê-iê-iê, foi a fase psicodélica dos Beatles que representou a vanguarda da música dos anos 60 (e diga-se de passagem, ainda hj é vanguarda aquele som).
O tal encarte contava a história do filme, e eu perdi as contas de quantas vezes eu li sobre a tia gorda do Ringo que tinha sonhos com montanhas de macarrão ou sobre o misterioso Sr. Monstruoso Vaso Sangüíneo. (Infelizmente, uma infiltração no meu quarto detonou o encarte, eu tenho o disco até hoje, mas o encarte tá todo grudado como se fosse uma única folha de papelão).Minha mãe falava sobre esse e outros filmes dos Beatles, mas em meados dos anos 80 isso era uma raridade tão grande que sequer se cogitava a hipótese de vc ter uma chance de assisti-los.
O Yellow Submarine, que era mais famoso, eu assisti nos anos 90, qdo possuir um vídeo-cassete já era algo comum e as locadoras deram uma melhorada em seus acervos.
Eis então que chega um dia em que a tecnologia te permite digitalizar os filmes que vc quiser e compartilhar (literalmente!) com o resto do mundo. E o titio filipensses aqui, feliz da vida de ter baixado o Magical Mistery Tour e poder assisti-lo, 21 anos depois.
Pra quem for baixar o filme, um recado: como cineastas, os Beatles era músicos brilhantes. Mas vale pelas músicas, e o filme pra mim acaba tendo o significado de uma coletânea de clipes (o que não é pouco se vc se lembrar que naquela época não tinha MTV...)

A fase mais foda dos Beatles
A fase mais criativa da banda mais revolucionária do rock

:: O título do post refere-se à uma das músicas dos Beatles desse álbum, I Am The Walrus. Walrus é morsa em inglês. (Não tinha um personagem do Pica-Pau que se chamava Wally Walrus?) ::

Pobre que se preza...

...não tá nem aí de chegar morto do trabalho numa segunda-feira e ir pro shopping na semana de Natal se o motivo do "passeio" for uma promoção de celular por 35(?!?!?!) reais...(Tatan, agora tu já pode comprar o teu, né? Vai lá no quiosque da Claro que de repente ainda tem...)

:: Baideuêi, o shopping na semana do Natal é a coisa mais próxima do inferno que eu já tive notícia. Só faltava uma jam do Felipe Dylon com o Netinho e o Emílio Santiago na praça de alimentação... ::

Filosofia indígena (excelente!)

:: Mais uma pérola recebida por email... ::

O velho chefe índio estava sentado na sua cabana dentro da reserva, fumando seu cachimbo cerimonial, de olho em dois agentes do governo americano que tinham pedido uma entrevista.

- "Chefe Águia Negra, talvez o senhor possa nos ajudar a solucionar uma grande dúvida: onde foi que o cara pálida errou?", perguntou um agente. "O senhor vem observando os cara-pálidas por 90 anos, já viu as guerras e os avanços tecnológicos. Viu o progresso e toda a destruição que vem causando..."

O chefe só mexia com a cabeça, afirmativamente.

O agente continuou,
-"... e levando em conta todos esses eventos, na sua opinião, onde o homem branco errou?"
O chefe olhou pros agentes por quase um minuto e respondeu calmamente:

- "Quando homem branco encontrou terra peles-vermelhas, índio corria por ela num belo cavalo que pegava de graça, nadava no rio e cachoeira, não tinha imposto nem dívida, muito búfalo, muito urso, muito peixe, mulher de índio fazia todo trabalho, médico tribo era de graça, homem indio passava dia todo caçando e pescando e a noite toda trepando".

Então se recostou mais e sorriu. E fulminou:

- "Só cara-pálida imbecil achar poder melhorar sistema desse!"


domingo, dezembro 19, 2004

Recado pra galera das antigas

Cês lembram do Joey? Pois é, o Joey é um cara de quem eu conheci a "fama" antes da pessoa. Explico: o pessoal "mais radical" costumava falar muito do Joey por ele ser um cara que curtia sons que eram considerados "leves demais". Como todo preconceito que se preze, esse tb se provou ser sem fundamento (assim como o "pessoalzinho radical" provou ser composto só de malas, mas deixa isso pra lá...).
Conheci o Joey qdo "já estava na vida real", fazendo faculdade. A gente tinha um amigo em comum, o Paulinho, que tava morando por uns tempos na casa dele, e era lá perto da faculdade. Joey foi um cara que conseguiu desmitificar na minha cabeça aquela idéia de que "todo evangélico é chato" (aliás, o Paulinho tb), pq era um gente finíssima, totalmente roqueiro, daqueles que botam lenço na cabeça e "empinam" a guitarra na hora dos solos, tinha uma banda de hard rock, e como toda pessoa normal, tinha a sua fé tb. Paulinho sempre foi um cara amigão meu, mesmo a gente ficando muitas vezes um bom tempo sem se ver. E nessa época a gente andava um bocado junto.
Vcs devem estar se perguntando: pq essa rasgação de seda toda? Elementar, meus caros leitores. Pela primeira vez eu tive aquela sensação de achar alguém que há muito tempo eu não via no Orkut: o Joey. Aqui, ó. Por sinal, ele agora tá com um blog falando da banda gospel dele. O blog tá mais pra fotolog, já que tem mais fotos que posts propriamente ditos. Mas tá maneiríssimo.
Como eu sempre digo, uma coisa legal dessa viadagem de blog é que acaba por aproximar gente que a vida real achava que tinha separado. Foi assim com o Iba, depois com o Tatan. Parece que o meu xará, o Caô, ainda está em processo de lobotomia pra aprender a ler O Barroso com mais freqüência. O próximo da lista é o Joey (tô treinando pra virar um Hitler digital, hehehe...). Faltava o Paulinho "virar digital" e o Edmárcio dar as caras no micro com mais freqüencia, afinal de contas amizade (ainda que atravé da rede) nunca é demais...

quinta-feira, dezembro 16, 2004

Prolixo

Tô prolixo pra quem disse que ia ficar sumido, né? É que eu sempre quis colocar um post com essa palavra e (acho que) nunca tinha conseguido.

Outdoor

Outdoor na Av. Brasil, na altura de Realengo:


VENDO TERRENOS.
Ou troco por
qualquer coisa
menos sogra.


Dicionário Barroso da Vida Real

1. Capitalismo (subst. financeiro):
É aquilo que faz com que um ex-campeão mundial de boxe apareça de avental num outdoor fazendo propaganda de uma engenhoca que ele inventou pra fazer fritura.

2. Globalização (subst. imperialista):
É esse mesmo outdoor aparecer na Estrada do Mendanha, em Campo Grande.

::Teoricamente, essa é a estréia dessa seção, tipo os plágios da semana. Se eu tiver saco, de vez em quando vão aparecer mais algumas definições aqui.::

Dezembro

Eu odeio dezembro. É um trânsito filho-da-puta, gente pra cacete na rua, tudo isso misturado a um sol dos infernos (convenhamos: o sol que faz em dezembro no Rio é maravilhoso - quando se está dentro d'água, no ar-condicionado, ou tomando uma gelada.)
Dezembro é um mês tão filho-da-puta, mas tão filho-da-puta, que o mundo inteiro comemora quando ele acaba. Todo mundo bebe até cair, tamanha é a felicidade de saber que dezembro acabou. Muitas pessoas, inclusive, chegam a ficar um mês sem trabalhar assim que dezembro acaba, num explícito tributo ao fim de dezembro. E nem adianta vir com esse papo de Natal, pq Natal é um dia só - se bem que tá quase virando dois - e o mês tem 31 ( Murphy nunca ia permitir que um mês como dezembro tivesse 30 dias).
Pra quem ainda não se convenceu, o pior ainda está por vir: esperem mais uma semana. Quando vcs começarem a ouvir a voz da Simone em todas as caixas de som do país a entoar "Então é Natal, e o que você fez...", aí vcs vão concordar comigo.

Anestesia mental

É impressionante o "poder anestésico" de uma saída de improviso no ápice de uma noite de quarta-feira pra tomar umas cervejas, comer uma batata frita e (principalmente) bater um bom papo. Valeu Tatan, tô te devendo (mais) essa.

terça-feira, dezembro 14, 2004

Plantão Médico

Vcs devem ter notado que eu tenho estado meio ausente ultimamente, mas dessa vez eu tenho uma excelente desculpa. Murphy (sempre ele!) achou que uma cirurgia de desvio no septo não era suficiente pra mim, de modo que uma narina acabou não ficando muito legal e eu tive que entrar na faca de novo. A PRINCÍPIO foi tudo bem, a operação foi no sábado, e eu já estou de volta ao trabalho. O problema é que esse tipo de cirurgia leva um tempo pra "fazer efeito", o nariz fica inchado por dentro, tem que cicatrizar onde foi cortado, e tudo isso atrapalha a respiração. Na verdade, eu não tô postando muito não é nem por falta de tempo (já que eu fico quase o dia inteiro no micro, seja em casa ou no trabalho), e sim por falta de criatividade mesmo, já que todos os meus esforços mentais agora estão concentrados em respirar (acreditem, é horrível ficar sem respirar, rsrs...). Bem, cês tão avisados, se aparecer algo interessante na cabeça eu coloco aqui, mas pode ser que isso aqui fique meio às moscas...pelo menos por uns dias. De qualquer forma eu passo sempre aqui e continuo lendo os blogs do pessoal, então não é difícil me achar.

::Assinado: Filipensses, o futuro Cyrano de Bergerac.::

sábado, dezembro 11, 2004

AVISO IMPORTANTE

Se vc toca em uma banda famosa de thrash metal, não saia da banda!!! Ou se sair, não monte outra. "Dimebag" Darrel, ex-guitarrista do Pantera, não quis seguir o meu conselho e olha no que deu...

::Eu podia bolar um trocadilho dessa notícia com o nome da letra de uma das músicas mais famosas do Pantera, "Cemetery Gates"...mas deu preguiça. Deixa pro próximo defunto.::

quinta-feira, dezembro 09, 2004

Viagra feminino

Será que buc374 enmaconhada tem larica?

quarta-feira, dezembro 08, 2004

The dream is over

Segundo os puristas, ele começou em San Francisco, Califórnia, no final da década de 60. Ainda que essa informação seja controversa, em uma coisa todos concordam: o sonho acabou no dia 8 de dezembro de 1980, há exatos 24 anos, quando as balas de Mark Chapman silenciaram a voz de uma geração em frente ao Edifício Dakota, em Nova York. Eu tinha só 4 anos na época, e confesso que ainda hoje me dá um sentimento meio esquisito ao pensar que John Lennon morreu. O cara era um cara normal, como qualquer um, mas que soube "dar à cara a tapa" e usar o seu talento fantástico em prol de questões que realmente importavam. Pra mim, é como um "simbolismo ruim": a violência humana aniquilou um dos maiores defensores da não-violência. Curiosamente, o MAIOR defensor da não-violência dos tempos modernos, Mohandas K. Ghandi, também morreu assassinado, e do mesmo modo que Mark Chapman, seu assassino tb prestou reverência à ele antes de matá-lo (parece que Chapman pediu um autógrafo a Lennon antes dele atravessar a rua e só aí atirou).
Bem, fica aqui a lembrança/homenagem, mesmo sabendo que ele não vai ler, rs...

John Lennon
John Lennon na época do White Album, em 1968

terça-feira, dezembro 07, 2004

Matemática induz ao suicídio

Apesar de trabalhar com sistemas há quase uma década, confesso que matemática nunca foi o meu forte. Agora, isso que tá aí embaixo eu nunca fiz não...

Prova de Matemática

De novo não!!!

Vaso ruim não quebra. Ou pior: quando quebra, reencarna num vaso pior ainda...

segunda-feira, dezembro 06, 2004

Regozijai-vos, ó Jedi!!!

"Lord Vader..."
"Yes, master?"
"Rise!!!"


Taqui ó, em alta-resolução (10.5MB) e em baixa resolução (4.8MB). Assistam bastante o trailer que filme que é bom só 19 de maio do ano que vem (nos isteitis, aqui só Deus sabe quando).

sábado, dezembro 04, 2004

Coisas que vc nunca espera ouvir:

"Cara, como é que vc fez no Rock in Rio II?"
"Ué, eu me mijei o show todo!"
"?!?!??!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!??!?!?!?!?!?!!?!?!?!?!?!??!!?"
"Qualé cara, tu nunca se mijou?"

quinta-feira, dezembro 02, 2004

Sábias definições.....

AMOR
Enfermidade temporária que se cura com o casamento. Palavra de quatro letras, duas vogais e dois idiotas.

DANÇAR
É a frustração vertical de um desejo horizontal.

CÉREBRO
Órgão que serve para que pensemos que pensamos.

ESCOTEIROS
40 crianças vestidas de idiotas, comandadas por um idiota vestido de criança.

DOR DE CABEÇA
Anticonceptivo mais usado pela mulher destes tempos.

VIRGEM (essa é a melhor de todas!)
Menina de 9 anos, muito feia, que corre mais que o primo ...

EXAME ORAL
Prova para conseguir um estágio na Casa Branca.

LÍNGUA
Órgão sexual que os antigos usavam para falar.

CONFIANÇA
Via livre que se dá a uma pessoa para que cometa uma série de abusos.

DIPLOMACIA
Arte de dizer "lindo cachorro", até encontrar uma pedra para atirar
nele.

FÁCIL
Diz-se da mulher que tem a moral sexual de um homem.

GINECOLOGISTA
Especialista que trabalha no lugar onde outros se divertem.

HERÓI
Indivíduo que, diferentemente do resto, não pôde sair correndo.

HOMEM
Ser masculino que durante seus primeiros nove meses de vida quer sair
de um lugar em que tenta entrar pelo resto de sua vida.

INDIFERENÇA
Atitude que uma mulher adota perante um homem que não lhe interessa,que é interpretada pelo homem como se estivesse "se fazendo de difícil".

INTELECTUAL
Indivíduo capaz de pensar por mais de duas horas em algo que não seja sexo.

MODÉSTIA
Reconhecer que não se é perfeito, mas sem dizê-lo a ninguém.

NINFOMANÍACA
Termo com o qual um homem define uma mulher que deseja fazer sexo mais vezes que ele.

TRABALHO EM EQUIPE
Possibilidade de colocar a culpa nos outros.

:: Sabedoria cotidiana recebida por email, essa fonte inesgotável de informações inúteis ::