quarta-feira, setembro 22, 2004

Vital Signs

Tá, vcs já viram que eu ando meio "escasso" ultimamente. Mas dessa vez eu tenho uma boa desculpa: ninguém perguntou, mas o titio filipensses aqui parece que está conseguindo sobreviver ao pós-operatório da cirurgia do desvio no septo. Não é "nada demais", tirando q vc fica cinco (!!!) dias só respirando pela boca, sendo os primeiros três desses cinco é só a base de sopinha gelada e sorvete (e nem vem com esse papo de que sorvete é bom, pq não dá pra sentir o gosto mesmo...). Depois desses três dias vc tira o raio do splint, que é tipo um tampão que eles te botam no nariz com formato de barbatana de tubarão e que se eu soubesse que era daquele tamanho dava queixa por "estupro nasal". Aí vc PENSA que vai respirar, mas não é tão simples assim. Depois vc volta lá pra mais uma sessão de tortura, onde o médico vai "alicateando" o interior do teu nariz arrancando restos de "meleca cirúrgica", como ele mesmo chamou. Aí o ar ATÉ PASSA pelo seu nariz, mas ele vai formando as mesmas "melecas cirúrgicas" de novo, e vc periodicamente tem q voltar pra mais uma sessão de alicate dentro do nariz. Enfim, é o paraíso (::PARÊNTESE:: nesse meio-tempo o ar do carro quebrou, a porra do retrovisor descolou do vidro e um babaca na Av. Brasil fudeu o meu pára-choque e saiu batido. Cês imaginam a minha felicidade.::FECHA PARÊNTESE).
Como a criatividade anda em baixa, eu tô trabalhando bastante na nova versão desse blog, que vai ficar ultra-fodona contando inclusive com um serviço de servir café a quem for visitá-lo.

PS: De cultural nesse período, eu aprendi que tem um modelo de lenço de papel da marca Kiss que se chama "Os Melekas". Se vc for parar pra pensar, tem mais lógica do que papel higiênico com foto de neném ou de cachorrinho.

PS2: Pra quem não "pescou", o título do post é o nome de uma música do Rush, a última do Moving Pictures.