terça-feira, abril 06, 2004

Devaneios Tetrahidrocanabinóides...

Alguém já se deu ao trabalho de assistir um programa no Discovery Kids contando a história de um trem que gostava de Rock and Roll e ficou entalado num túnel pq estava dançando Rock naquele momento??? Depois sou eu q tô doidão...8-)...

Agora, analisando "tetrahidrocanabinoidamente" a situação, chego a conclusão de que a grande causa da nossa infelicidade vem a ser o "Julgamento do Instante". Vou traduzir: conforme vamos evoluindo a nossa consciência desde a nossa mais tenra infância até a idade adulta, criamos gradualmente uma idéia do "momento ideal", ou seja, de que o momento atual precisa ser perfeito. Em outras palavras, estamos sempre comparando o momento atual com o momento ideal, e isso obviamente gera frustração. O fato é que a cada instante realizamos o julgamento do mesmo, e obviamente o réu (nesse caso, o instante) é condenado. Daí deriva a hipótese de que devemos "deixar" cada instante ser do que jeito que ele é - ao invés de entrar na eterna paranóia de que "se estivéssemos fazendo A ao invés de B, estaríamos aproveitando muito melhor o tempo"...
"Tá, e daonde veio isso tudo???"

"Ora, eu podia estar fazendo qualquer outra coisa. Qualquer uma seria melhor do que assistir os malditos trenzinhos do Discovery Kids. Mas eu deixei o "julgamento do instante" pra lá, e o resultado é q o meu cérebro "se metamorfeseou" num cérebro de uma criança de 5 anos (época em que a gente ri de qq babaquice -até daquela merda daqueles trenzinhos). Será q está inteligível ou eu fiz fumaça demais e as idéias estão um pouco "nebulosas"???...